quarta-feira, 27 de junho de 2007

Pessoas . Ódio.

Eu odeio as pessoas em geral. Elas são muito parecidas. Chega um ponto que pior que o olhar delas de peixe-morto é o meu olhar as fuzilando. Ah! Eu também odeio o aquecimento global. Que merda de aquecimento global! É revoltante saber que você está em uma câmara de gás involuntariamente e tem que aceitar isso.
E conseqüentemente eu odeio o calor. O que as pessoas cariocas em geral acham um absurdo.
Ah, eu também odeio a falta de senso de humor das pessoas em geral e eu também odeio indiferença, muitas vezes eu sou indiferente com inúmeras coisas, mas não seja indiferente comigo caso contrário, te dou um tiro!
Eu ouvi duas coisas que me fizeram pensar muito — 1. “Deus é perfeito!” por Testemunha de Jeová e “Demônios non exicten, Deus es moito marafilhoso para griar tais aberraçõecs” por Padre Quevedo.

Se Deus, um ser superior é perfeito, logo, todas as coisas que ele faz são perfeitas. Aí me vem a frase que eu li ontem: “Existe coisa mais esquisita e problemática que o ser humano?”
Mas hein?

Vocês sabem a minha filosofia? Então aprendam:

“Você não deve mentir. Nunca! A não ser que leve alguma vantagem…”

sábado, 23 de junho de 2007

Vizinhos

Meus vizinhos estão me enlouquecendo. Agora, uma e quinze da tarde eles estão queimando comida! Você colocar a comida no fogo e esquecer!
Engraçado que isso me lembra meu Tio (com maiúscula, porque não o chamo pelo nome há anos). Ele é daqueles caras que acorda às 4 da manhã, põem a água no fogo pra fazer café, toma banho, lê o jornal e quando volta a água já evaporou! Hahaha! Eu odeio meus vizinhos.



Três rapazes me põem contra a parede e me perguntam:
— Qual é, Raquel, você gosta?
— Do quê?
— De mulher!
— Lógico, eu amo a minha mãe.
— Fala aí, você é a única garota que faz curso com a gente.
— Sim, eu sei.
— Você é?
— Sou o quê?
— Sapata, uai… Sei lá, você é… Sei lá!
— Como assim?
— Sei lá…
— Dá licença.

sexta-feira, 22 de junho de 2007

U mar di diamantis

Há mais ou menos dois anos atrás todos diziam que todos amavam Sonic Youth. E eu dizia "Eu odeio! É uma merda!" porque na verdade eu não tinha opinião formada sobre Sonic Youth.
Há um ano atrás um cara chamado Thiago que mora em Barcelona, acho que é Thiago ou Frankie, sei lá, não sei seu nome verdadeiro começou a discutir comigo. Hahahaha! “Como assimmm?”
Acho que foi isso que aconteceu, acho que ele se opôs ao meu ódio gratuito. Não lembro direito.
Fui obrigada a escutar os CDs que ele recomendou e bam. Agora eu gosto. Me entreguei. Faço parte da massa. É isso. Há dois minutos admiti que eu gosto de Sonic Youth. Na verdade gosto muito, quase amor.
E eu amo “The Diamond Sea” (a música) porque ela me dá uma vontade de chorar.
E quando eu penso em “chorar”, eu me lembro do dia 12 de Junho. O dia em que as mulheres solteiras compram um pote de sorvete enorme e se matam vendo comédias românticas.

“Navegue até o coração da tempestade
e diga a ela que a amará eternamente…”

segunda-feira, 18 de junho de 2007

Reflequição do dia:

Às vezes, as pessoas se apaixonam por mim naturalmente.
Às vezes, eu faço elas se apaixonarem.

domingo, 17 de junho de 2007

Lálálá!

Coloquei um contador aqui! Sugestão do Jean! Muito inteligente ele, nunca tinha pensando nessa hipótese de contador e tal.

Chegaram uns vizinhos novos no prédio. É uma família constituída por: cara velho charmosíssimo, uma loira acabada e duas crianças-demônio. Engraçado é que quando não tem ninguém em casa (somente ele) — ele fica tocando Jimi Hendrix!

Já fazem alguns meses que a minha mãe parou de assinar o jornal e eu fico nervosa quando não leio o jornal, sabe? Então agora eu acordo bem cedo, roubo o jornal do vizinho, leio e devolvo. É isso. Não é um crime isso. Ou é?
Anteontem fui no CCBB fazer o “Retrado Falado”, ontem minha mãe insistiu para eu ir com ela lá e nãnãnã! E, gente! eu vi a mulher mais… mais baixinha, magrela e fofa do mundo! Sabe, ela era simpática e tal. Sorridente, tipo assim ó: :DDD

Ah, meu teclado está ruim, de vez em quando ele dá vontade de ficar bom, tipo hoje.

Tive um professor no Jardim de Infância, o nome dele era Augusto e ele tinha uma borboleta enorme no pescoço e ele era legal pacas!
Me ensinou a escrever meu nome de trás para frente e a saber quais meses do ano tem trinta e um dias.

domingo, 10 de junho de 2007

Parada Gay

Todo mundo na Paulista e eu aqui, no Rio de Janeiro.

sábado, 9 de junho de 2007

Evangélica

— Ei, minha jovem!
— Pois não?
— Então, você não tá a fim de se congregar naquela igreja ali? Porque Deus é um só! Né, minha filha? Não importa se você é católica, evangélica, budista… Todo o domingo nós temos um culto com muitos jovens! Também tocamos pra animar a galera um funk evangélico! E aí, tá a fim?

(ao fundo ouve-se em volume ensurdecedor, vindo da igreja)
“Pisa. Pisa… pisa no Diabo! Pisa… pisa porque ele é um vacilão!”

sexta-feira, 8 de junho de 2007

Lobo Mau

Resultados 1 - 10 de aproximadamente 129 para "Quem tem medo de Lobo Mau?" (0,37 segundos)

"Quem tem medo de Lobo Mau ... Lobo Mau .. Lobo Mau ... Fotos do Lobinho ... contato ... quer ser amiguinha do Lobinho ? :)"

"Atenção: este blog é indubitavelmente verde (mas ligeiramente a dar para o azul)."

"Existem muitas explicações para o medo quase paranóico que os seres humanos foram sentindo através dos tempos em relação aos…".

"Hipnose e Regressão: atendimento e terapias diversas. Cursos de formação profissional."

O medo do lobo mau está deixando todo mundo doido e no sense.

segunda-feira, 4 de junho de 2007

A festa dos Reis Barbudos

Cinco de Junho de Dois Mil e Sete — A Festa dos Reis Barbudos

O dia em que os jacarés voarão e todas as pessoas do mundo serão bonitas, porque o embelezador — vulgo imaginação é capaz de fazer isso. Porque também é meu aniversário. Que idiota isso. Que idiota você, Raquel. No Domingo recebi um CD, onde uma voz rouca tele-sexo dizia:
“Raquel, te amo. Feliz aniversário!” O impossível, o pouco provável e o absurdo acontecerá.
Eba!

Cadê meus cookies?

domingo, 3 de junho de 2007

Raquel no vagão feminino

Tem uma lei que agora os trens e metrôs tem que possuir vagão feminino. Ou seja: só de “mulé”. Eu achei escroto. (criemos vagão gótico, vagão idoso, vagão GLS…)

Acidentalmente caí num desses vagões, no super horário de pico. E as pessoas ficam procurando homens em meio a população.

Idosa: Olha mais um homem ali! Safado!
Jovem: Sempre tem, sempre tem…
Eu: É.
Idosa: De vem em quando tem umas sapatão…
Jovem: Sempre tem, sempre tem…
Idosa: A gente releva, né…
Eu: Nunca se sabe.
Idosa: Como alguém pode gostar de mulher?
Jovem: Pois é. Como alguém pode gostar de mulher? Mas a Sandra Bullock eu pegava! Eu também pegava a Kate Moss, a Angelina Jolie, nossa, eu também pegava a Winona Ryder, Kirsten Dunst Nicole Kidman, Meg Ryan, Kate Winslet… Não tem aquela que apresenta o jornal do canal 24? Nossa, eu pegava também, eu pegava aquela também, a Débora Falabella… e a…